Pesquisar
Close this search box.

Mais de 30 gatos são mortos envenenados em condomínios de Cuiabá

Pelo menos oito condomínios residenciais de Cuiabá e Várzea Grande, região metropolitana da capital, registraram casos de envenenamento de gatos entre julho e agosto deste ano. Foram mais de 30 casos contabilizados pelos moradores nas seguintes regiões:

  • Condomínio Residencial Tuiuiú – 6 Gatos
  • Serra Azul – 4 Gatos
  • Morada do Parque – 3 Gatos
  • Santa Barbara – 1 caso em apuração
  • Ed. Diana – 2 Gatos
  • Residencial Wantuil de Freitas – 4 Gatos
  • Condomínio Ilhas Canárias – 6 Gatos
  • Residêncial Padova – 6 Gatos

 

Uma moradora do Edfício Diana, em Cuiabá, contou ao g1 que uma gata deu à luz a três filhotes, que foram ‘adotados’ pelos moradores, mas ela começou a ouvir reclamações de alguns vizinhos sobre a presença dos animais na áreas comuns.

“Todo mundo dava um pouco de água e comida para eles, mas eu sempre escutava alguns reclamando dos gatos. A gente tem umas filmagens de uma moradora, que ela não podia ver a comida dos gatos, que jogava fora. Ela tirava os potinhos de comida dos gatos e jogava fora”, contou.

Moradores fazem baixo assinado  — Foto: PCJ

Moradores fazem baixo assinado — Foto: PCJ

Ainda segundo a moradora, que não quis ter a identidade divulgado, dois gatos já morreram no condomínio. O primeiro, um filhote, foi levado ao veterinário com indícios de envenenamento e acabou morrendo, posteriormente. Tempo depois, uma gata apareceu com a boca sangrando e também não resistiu.

O protetor animal independente Marlon Figueiredo, contou que mora em um dos condomínios e está ajudando os demais moradores a registrarem Boletim de Ocorrência para que os casos sejam investigados.

Marlon disse que, em uma reunião com a Diretoria de Bem-Estar Animal de Cuiabá, foi informado que a entrada da diretoria em condomínios não é permitida e que as denúncias devem ser feitas à Delegacia Especializada do Meio Ambiente (DEMA).

“Vamos unir forças para conscientizar sobre a importância da proteção aos animais e da convivência harmoniosa em nossa vizinhança”, disse.

A Polícia Civil foi procurado, mas não deu retorno até esta publicação.

Lei

Uma nova lei no estado exige que maus-tratos a animais em condomínios sejam comunicados às autoridades. A lei visa proteger os animais e garantir seu tratamento digno.

Síndicos e administradores devem relatar qualquer ocorrência ou suspeita de maus-tratos à Polícia Civil, Polícia Militar ou Secretaria de Meio Ambiente. As denúncias devem ser feitas pelos canais de segurança pública, fornecendo informações precisas.

Fonte: G1 Mato Grosso

Compartilhar:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Novidades:

Posts Relacionados